Sign up for our Newsletter for lots of free content and information about our events…

* indicates required
Close
Espiritualidade Integral Evolucionaria, Comunidade e Sustentabilidade
Raquel Perdigão

Olá. Sou a Raquel, uma das Co-criadoras do Awakened Life Project. Estou a residir na belíssima Quinta da Mizarela há cerca de 3 anos e meio com o meu marido David Williams. 

Sou Portuguesa, nascida na central e tão característica freguesia da Sé do Porto. Com muito orgulho, costumo dizer que sou Portuense com sangue transmontano nas veias! Tenho um sotaque bem afinado e fico maravilhada por ter tido a oportunidade de ter nascido no seio de uma família que é a mistura perfeita da cidade e do campo. O meu pai, transmontano no seu coração e a minha mãe, citadina de um Porto tão belo, fizeram um ser feminino que hoje, e para sempre, caminha nos trilhos da transformação e na construção de um novo Mundo.

Como cheguei aqui? Por minha escolha e porque, algumas vezes de forma acertada e outras de forma bem errada, fui aceitando e vendo os sinais que o universo me foi enviando. Sinto que todos os dias da minha vida foram importantes e fizeram de mim quem eu sou hoje. Uma infância dividida entre o medo de ver o Pai Natal, a felicidade de ver neve no Porto, a ida diária para a escola primária acenando sempre no fundo da rua para a minha avó que ficava à espera na porta da entrada, o cheirinho a pão acabado de sair na padaria da Triana, a oportunidade de lamber o "Salazar" que rapava a tigela onde a minha mãe fazia os deliciosos bolos caseiros, a liberdade de poder brincar na rua, as viagens para a Fradizela (terra de onde o meu pai é oriundo), os animais que sempre me rodearam (cães, gatos, galinhas, coelhos, ...), o maravilhar-me com o cheiro de cadernos e livros, a música que vinha de um gira discos que ainda hoje existe, a alegria em aprender a ler com o meu avô na janela da sala de estar da nossa casa, a tentativa do meu pai me ensinar as horas no relógio que cantava o "avé-maria", a felicidade dos primeiros dias de escola depois das férias grandes e o estar em família todos os dias.

Uma puberdade complicada com muitas experiências e vivências importantes, numa escola secundária que recordo como o clic para a minha vida adulta. Na minha infância e puberdade vivi a espiritualidade de uma forma convicta e bem presente. Todos os sábados frequentava a catequese e durante anos fui catequista. Fiz todas as celebrações normais que um português católico praticante faz. Mas, no ano em que o meu pai ficou doente por causa de uma “avaria renal”, todas as minhas crenças católicas vieram por água abaixo! A revolta que sentia dentro de mim era tão grande, que Deus passou a ser alguém não grato na minha vida. Procurei respostas em todo o lado: livros, pessoas e espaços "espirituais". E, calmamente, fui-me apercebendo que Deus, na verdade, estava dentro de mim. Eu era Deus. E esta verdade era contrária a tudo o que eu fui ensinada até então. Tudo começava agora a fazer sentido para mim. Deus não estava dentro de um edifício construído pelo Homem. Eu não tinha de ir à Igreja para ter contacto com ele. Eu não tinha de ir à missa para me sentir espiritual. Apercebi-me que Deus estava em todo o lado, incluindo, dentro de mim.
A minha paixão pela Natureza, desde criança, ensinou-me que bastava estar conscientemente com ela, através de um banho numa cascata gelada, de um abraço a uma árvore ou numa caminhada na floresta para sentir o divino, para ser o Divino.

A minha paixão pela Natureza, desde criança, ensinou-me que bastava estar conscientemente com ela, através de um banho numa cascata gelada, de um abraço a uma árvore ou numa caminhada na floresta para sentir o divino, para ser o Divino. Mas todas as práticas que fui aprendendo e os ensinamentos new age pareciam-me muito limitativos. Eu sentia medo constantemente. Este medo não fazia sentido! Afinal, eu queria ser livre! Eu queria fazer o que queria, quando queria e com quem eu queria!

Mas, depois de contactar com o Awakened Life Project, quando fiz o Curso de Evolução da Consciência no Porto com o Pete Bampton e me juntei depois ao grupo das Mulheres liderado pela Cynthia, apercebi-me que ser livre era muito mais do que pensava. Era mais do que sair de uma empresa onde trabalhei por 13 anos, do que ensinar permacultura a crianças e adultos, do que fazer os meus trabalhos artesanais de tricô e costura, do que ter o meu tempo para ler, do que poder deitar-me ao sol quando me apetecia, do que caminhar ou correr na floresta, do que abraçar as minhas gatas, do que sorrir a um desconhecido ou dizer amo-te a quem amava! Ser livre é ser consciente, é conectar-me com quem eu verdadeiramente sou em tudo aquilo que faço. É um caminho doloroso, por vezes, mas muito bonito ao mesmo tempo. Cada face negra que me é mostrada é mais uma conquista que eu tenho, porque eu sei que sou capaz de mudar o que não está bem. Eu sou uma mulher que acredita num mundo melhor, num mundo novo – numa nova cultura em que somos transparentes e livres da conexão com o ego que insiste em nos separar do Divino.

Medito como nunca meditei antes. Sou quem nunca fui. Porque, neste processo de crescimento, todas as camadas de “sujidade” vão sendo limpas todos os dias e a toda a hora. Aqui, sinto-me acompanhada e apoiada como nunca fui na minha vida.

Sou grata pela oportunidade em morar aqui na Quinta da Mizarela com todas as pessoas que me rodeiam, e colocando em prática os meus conhecimentos e aprendendo todos os dias; não apenas em livros, mas apenas porque quero viver e experienciar cada momento, como se fosse o primeiro dia da minha vida.

Raquel Perdigão

 

Subscreva a nossa newsletter

Sobre o projecto

O Projeto Vida Desperta está situado em uma reserva ecológica bela e selvagem nas montanhas Central Portugal. Oferecemos programas de voluntariado, cursos, eventos e retiros para apoiar a libertação do espírito humano em um contexto de emergência evolutiva e comunhão com a rede ecológica da vida.

Contactos

Quinta da Mizarela
3305-031 Benfeita
Portugal

info@awakenedlifeproject.org
Facebook Page
Twitter
Youtube Channel

Subscreva a nossa newsletter